Escapada para Mogi das Cruzes

Mogi das Cruzes – O Parque das Neblinas, a força da Natureza

mogi_abreEsta área de 2.800 hectares foi Mata Atlântica originalmente, mais tarde, com o tempo e a intervenção humana, transformaram tudo em carvão (os poços de queima ainda podem ser vistos em meio à mata), depois foi criada uma fazenda de eucalipto (madeira de corte), mas há pouco mais de duas décadas o terreno foi transformado em parque.

Hoje, após a permissão para que a mata crescesse novamente, percebe-se o poder de regeneração da natureza, com árvores já atingindo alturas consideráveis e a fauna exuberante deixando pegadas nas trilhas.

area-do-parque-das-neblinasUma das espécies mais encontradas e que foi replantada nesta região é a Palmeira Jussara, a espécie de flora mais ameaçada de extinção. Esta é umadas mais importantes arvores da mata, pois seus frutos aparecem em época diferente da maioria das outras plantas alimentando assim, mais de 70 espécies da fauna. Além disso, o parque abriga desde micro orquídeas até árvores com mais de 100 anos. Atualmente a área é considerada Posto Avançado da Reserva da Biosfera pela Unesco.

O Parque das Neblinas é mantido pela Suzano Papel e Celulose e cuidado pelo Instituto Ecofuturo. Está localizado entre os municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga, no distrito de Taiaçupeba. Esta região abriga a maior porção de Mata Atlantica do país e é banhado pelo límpido rio Itatinga. As atividades de aventura em meio à mata se intercalam com passeios e programação de educação ambiental, fotografia de pássaros e explorações científicas.

 

arvorismo-sao-roque

O arvorismo é uma das atividades desenvolvidas no parque, por meio de passarelas como essa a alturas superior a 7 metros do solo.[/frame]

 

O respeito e capricho que vem sendo despendido aqui são percebidos já na recepção, que mais parece um hotel. Tem grande área para receber os visitantes, com uma maquete do parque, suas espécies, sala de vídeo e conferencia, além de banheiros muito bem tratados e decorados.

Conheça nossas Expedições Fotográficas para ver a natureza

Veja alguns dos Patrimônios da Humanidade no Brasil

A área é utilizada apenas para visitas agendadas, mas livre para todos os visitantes. Os monitores percorrem as trilhas, levam a cachoeiras e percursos de arvorismo, explicando tudo sobre a flora e a fauna. Também pode ser praticado o rafting em corredeiras que atingem Nivel IV em períodos de cheia.

Mas apesar de estar muito próximo de Mogi e a apenas 1 hora e meia de São Paulo, o diferencial deste parque é de que conta com pessoas realmente dispostas e tornar a visita agradável e completa.

entrada-administrativa-do-parque-das-neblinasA entrada administrativa do Parque das Neblinas já anuncia o capricho com que está área é cuidada.[/frame]

Ainda na recepção está instalado o Sabor da Capela, um espaço de alimentação cujas cozinheiras (Olinta e Vanda) têm um talento imenso e boa formação gastronômica. Elas chamaram atenção ate de chefs como Alex Atala, que as convidou para um estágio me seu restaurante Dalva e Dito. O cardápio inclui o uso de ingredientes da própria mata.

Além do café, servido pela manhã, na chegada dos visitantes, o almoço é preparado de acordo com o perfil ou necessidades dos turistas. O feijão aquecido em fogão à lenha provoca suspiros, encantados com o sabor do campo, junto com criações como o Brigadeiro Branco com Calda de Polpa de Juçara e Suco de Cenoura com Cambuci.

Enfim, amor à natureza, exuberância de espécies e gastronomia regional diferenciada. Vale muito a pena conhecer o Parque das Neblinas.

2120cambuci

Serviço

Parque das Neblinas
www.ecofuturo.org.br
fone: 55-11-4724-5555 ou 55-11-4724-0556
e-mail: parquedasneblinas@ecofuturo.org.br

Comentários

  1. Rebeca Murat disse:

    AMO O PARQUE DAS NEBLINAS- PARABÉNS Á QUEM AJUDA A CUIDAR DE UM POUQUINHO DE NÓS

  2. Rebeca Murat disse:

    O Parque das Neblinas é um lugar interessante, calmo, para quem quer sossego, paz de espirito e renovar suas energias aproveitem esse é o lugar certo….

    Fui 2 vezes, e se Deus quiser,essas duas não vão as últimas….