O Mundo do Vinho (III)
O Mundo do Vinho (V)

O Mundo do Vinho (IV)

vinho_iv_abreO ritual do ato de tomar vinho se inicia com a abertura da garrafa. Para abrir uma garrafa de vinho é necessário um abridor especial e muito jeito e paciência para sacar a rolha.

As rolhas são usadas para tampar as garrafas de vinho desde que estes recipientes começaram a ser utilizados, na época do Império Romano. E rolhas maciças de cortiça são as mais tradicionais e também as mais aconselhadas.

A cortiça é usada não apenas por sua permeabilidade e aderência, mas também porque é flexível e dura por muito tempo. E quanto mais comprida será ainda melhor.

Apesar de um pequeno percentual destas rolhas causarem danos de sabor ao vinho, estas ainda são perfeitas para guardar os aromas da uva.

Mas o trabalho das rolhas também depende do armazenamento, no qual as garrafas devem manter-se deitadas, de forma a não ressecar a cortiça. Quando isso acontece, na abertura da garrafa a rolha poderá esfarelar-se e misturar-se ao vinho.

Após aberto o vinho deve respirar, isto quer dizer que o contato dele com o oxigênio irá liberar aromas. Para todos os vinhos existe um tempo de respiro antes de beber.

Caso sobre vinho, este pode ser guardado ou utilizado na culinária. Apesar de alguns métodos criativos, para que o vinho possa durar dois a três dias mais é preciso colocá-lo em uma garrafa menor, tampá-lo com rolha e colocá-lo na geladeira. Desta maneira reduz-se o contato do vinho com o oxigênio que agora provocará oxidação e o vinho se transformará em vinagre!